Believe...
Isso que eu mostro é tudo o que eu sou. Sinto muito se não for o suficiente, mas não vivo pra agradar ninguém.
“Não se preocupe com as pessoas do seu passado. Eles tem uma razão para não fazer parte do seu futuro.”
Tati Bernardi. (via auroriar)

“Eu sou o maior exemplo de falhas mas nós somos juntos o maior número de tentativas. Eu sou o placar zerado mas nós somos as tentativas de passe e um gol suado. Eu sou o erro enquanto nós somos o acerto. Eu sou fraca e nós somos força. Eu sou a frustração e o arrependimento enquanto nós somos orgulho. Eu sou a confusão enquanto nós somos a complicação, aquela complicação gostosa, já que nada entre nós dois consegue ser simples o bastante, fácil suficiente. Mas consegue ser o certo mesmo que as vezes no avesso. Porque o amor é muito mais complexo e errado e confuso e complicado. Porque é amor! Porque você é certeza e não dúvidas. Você é o “felizes para sempre” sem a obrigação de felicidade constante, sem a obrigação dirigida em busca á perfeição. Você queria uma menina se lembra? E a mamãe ficou apavoradamente aliviada quando teus olhos se enxeram de lágrimas e você disse entre elas que o que você sempre quis fora uma menina. E eu sou a sua menina! Eu sou aquela que desliga a tevê e tira o controle das suas mãos de madrugada e também não esquece de fechar porta quando sai do quarto. Eu sou aquela que sorri com teu beijo na testa e te pede benção para dormir. Sou aquela que te procura quando tem medo e finge não chorar na sua frente só pra mostrar que eu sou forte, só pra mostrar que eu sou como você, eu sou firme. Sou aquela que te liga e pergunta se você vai demorar pra chegar em casa mas que fica brava quando você não me beija quando chega. Eu sou aquela que sorri e finge estar dormindo enquanto você entra no quarto e diz “Érica, ela tá descoberta.” você tenta me cobrir e depois vai embora. Eu sou aquela que espera por você, que olha na sua vaga na garagem pra ver se você chegou, que te liga de cinco em cinco minutos te pedindo as coisas, que espera você chegar de madrugada pra poder apagar a luz da sala, que te procura quando algo me assusta. Você é meu herói! E por mais que eu nunca tenha te dito isso, você realmente é. Não é atoa que te procuro quando tenho medo, quando não consigo dormir, quando dores tomam meu corpo. Eu confio em você, eu acredito em você, eu me orgulho de você e eu simplesmente me preocupo. E me toma o corpo de ódio o fato de qualquer querer ferir você, enganar você, desrespeitar você. Eu não sou a perfeição e sim a desordem. Eu sou o “não”, o caminho perdido, a estrada errada, o espelho quebrado, a chave torta, o limite estourado. Eu sou o erro mas você me transforma no acerto. Você me faz tudo, mesmo eu sendo tão nada. Me perdoa pela distância, pela frieza, pela tristeza. Me perdoe por não ser tudo que você merece, o orgulho que você não conhece. Mas eu sou tentativas e um dia serei o acerto. Eu te amo e meu amor é aquele maior do que cabe dentro do peito. Eu mudaria as estrelas de lugar por você, meu eterno anjo. Eu te amo.”
Parabéns pra você, pai!  (via perfectlylonel-y)

“Não entendo. Tem gente que não consegue se afeiçoar à própria mãe e acha que vai amar até a morte um sujeito qualquer que conheceu no banheiro de uma festa idiota.”
Gabito Nunes  (via frasesmalfeitas)

“Eu sinto sua falta, muita falta mesmo, cara. A gente tem volta. Nós temos solução. Você não deveria ter ido embora, e eu não deveria ter aberto o caminho pra você passar. Até porque, em questão de orgulho, somos iguais. E talvez, esse tenha sido o nosso grande erro. Eu sempre afirmei aos berros que, estava certa por algum motivo qualquer, mesmo sabendo que estava errada, e você nunca soube assumir as suas cagadas mesmo em cima da bosta. Cara de pau, falta de óleo de peroba – pra nós dois. É que diabos, a gente não consegue passar um dia sem brigar, e isso cansa! Cansou tanto, que olha onde nós fomos parar. Você em uma esquina, e eu em um beco sem saída. Mas não pensamos no depois, no outro dia. É tipo jogar futebol ou qualquer esporte, entende? O cara tá lá correndo, ele se cansa, para um pouco, respira e volta a jogar. A única diferença entre o futebol e a gente, é que nós desistimos na primeira fadiga que nos abateu. Resumindo. Falta de interesse. Porque parar, é mais vantajoso do que continuar, e correr o risco de se lesionar. Mas eu juro, juradinho que, se você demonstrasse alguma força de vontade, podia até ser pouca, uma lasquinha se quer, eu juro que te levaria nas costas pra você não se cansar “tanto assim”. Eu confesso, eu não ajudei muito também. Fiz-me de durona, bati o pé, fiz você derrubar rios de lágrimas de raiva. Cê não entende, homem? Eu sou assim, piso no seu pé até fazer calo, mas logo em seguida, te beijo até você esquecer-se de reclamar da dor que te causei. Eu gosto de te cuidar, e pra te cuidar, você precisa ter algum ferimento, e se você não tem, eu crio. Eu sei, é uma ideia totalmente absurda, e doida. Mas eu nunca disse que eu era normal, e muito menos disse que, minhas atitudes não condiziam com o que sou. E você também não passa longe disso, quero dizer, somos iguais. A mesma dor que eu te causo, você me causa também. Eu só não sei o que é pior, se é ficar sem você e estar em “paz”, ou é estar contigo e viver em guerra o tempo todo. Somos a nova guerra fria, não há armas, não há mortes, é só uma disputa de quem impõe mais, quando sabemos que você é meu, o mesmo tanto que eu sou de você. Somos corruptos, jogamos sujo. Toda vez que começamos a “guerrear” deixamos o caminho livre para o outro, porque sabemos que, se eu ou você for embora, a consciência fica limpa. Temos aquela frasezinha interna “ele se foi porque quis, não foi culpa minha” ou vice-versa. Mas aí que tá! Eu abri o caminho e você pegou o caminho da estrada e foi se embora. E eu te deixei ir porque você sabe, eu não sirvo pra implorar pra ninguém ficar. E você também, nem pensou na hipótese de que, eu poderia mudar meus conceitos, eu poderia ter tentado fazer você permanecer ao meu lado. Mas não, você já foi indo dando passos firmes, como se tivesse encontrado a luz do fim do túnel. Eu não sou a solução dos teus problemas, e nem faço questão disso, porque quem resolve problemas é a calculadora, não eu. Não faço questão de tentar te completar até porque, você é completo por si só, não precisa de ninguém, e nem eu também, pra ser bem sincera. Mas eu gosto, gosto de quando a gente fica junto, gosto de como eu me sinto contigo. Eu sou um erro, e você é a minha calculadora.”
Objetivar, você entrou com o pé, e eu com a bunda.  (via objetivar)

“Mulher de verdade é bem resolvida. Não precisa tirar foto quase pelada, tão pouco ser vulgar para conquistar um homem e provar para si mesma que é bonita. Ela se valoriza com aquilo que tem, seja um sorriso sincero ou um olhar profundo, apenas de um jeito único que só ela tem. É autêntica no jeito de ser. Ser linda pra ela é ter sentimentos verdadeiros e ser sincera. Não precisa ser perfeita, basta ser mulher. De verdade. Frágil e incontrolável.”
Clarissa Corrêa.  (via classificar)

“Quando Deus muda nossos planos é porque algo vai melhorar. Confie.”
Salmo 37.5. (via amortuadora)


“Não ame quem demonstra te querer demais nas primeiras conversas. Não se apaixone por quem te promete o mundo nas primeiras semanas. Você se impressiona demais, e no final acaba dizendo: No começo você era diferente, me apaixonei por outra pessoa. Uma pessoa que você mesmo criou, com as qualidades que nunca possuiu.”
Sean Wilhelm.     (via desarvorado)



THEME